exibições 3.960

Anônimos

Inquérito


Nem todas as pessoas são estrelas
Mas todos tem seu próprio brilho
O carbono pode virar carvão e até diamante
Mas a vida, independente de onde venha
A vida é sempre brilhante!

Quem dá corda no mundo faz o globo girar
Lubrifica a engrenagem, pra isso aqui funcionar
Gente desconhecida, Josés, Marias
Celebridades do dia-a-dia

Pessoas reais, normais, de um Brasil
Que o teu cabral ainda não descobriu
São faces, sem faces, mas que tão de pé
Até o meio dia só com um pão e um café

Trampando no posto sem nunca ter um carro
Construindo as casa e pagando aluguel
Asfaltando rua e morando no barro
Existindo, além dos números do excel

Tão humilde, bem simples, sem seguidor, sem fã
Salvando o mundo um pouco a cada manhã
Hé, a vida acontece na fila do pão ou do ônibus
E os personagens principais são anônimos

Somos um zilhão de estrelas impossíveis de contar
Cada história tem seu brilho, e ninguém pode apagar
Onde quer que esteja fica acesa em cada olhar
Olhar, olhar

Porque uns tem que brilhar e outros tem que polir?
(Porque uns tem que brilhar e outros tem que polir?)
Porque uns tem que trampar e outros só refletir?
(Porque uns tem que trampar e outros só refletir?)
Com quantos pobre se faz o horário nobre?
(Com quantos pobre se faz o horário nobre?)
E um rico aqui é feito de quantos pobre?
(E um rico aqui é feito de quantos pobre?)

Quantas histórias que você conhecia
Daria um filme e até uma biografia
Mas gente sem fama a mídia não cultua
Num vira estátua, nem nome de praça ou de rua

É esse povo que guenta, sustenta isso aqui
Vértebra por vértebra sem deixar cair
Fazem da coragem espinha dorsal
Eles são a real coluna social

Somos um zilhão de estrelas impossíveis de contar
Cada história tem seu brilho e ninguém pode apagar
Onde quer que esteja fica acesa em cada olhar
Olhar, olhar

(Ana Clara, Boa Ventura, Margarida, Josafath
Bernadete, André Luiz, Marcelino, Malena)
Somos um zilhão de estrelas impossíveis de contar
Cada história tem seu brilho e ninguém pode apagar
Onde quer que esteja fica acesa em cada olhar
Olhar, olhar

Somos um zilhão de estrelas impossíveis de contar
Cada história tem seu brilho e ninguém pode apagar
Onde quer que esteja fica acesa em cada olhar
Olhar, olhar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog