É preciso estar escuro pra eu poder dormir em paz
Mas em mim há uma luz que não sei como apagar
Eu canto incontido cortando o escuro
Sexto sentido saltando o muro

É preciso estar silencio pra eu não ficar aflito
Mas em mim existe um grito
Que eu não posso mais calar
Mundo mandala mudando o impuro
Tempo tempero tecendo o futuro

Lua cheia na varanda
Rio da mente deslizar
Ai estrelas me respondam
Como eu posso descansar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts