Só pode ser maldição
Desejar tanto assim
Não há outra explicação
Sangro quanda estás longe de mim

Que frio, que solidão
Se partes para berlim
Sangro quanda estás longe de mim

Pra africa, afeganistão
Pra pqp, para pequim
Sangro quanda estás longe de mim
De dia nada tá bom
De noite tudo é ruim

Só pode ser maldição
Desejar tanto assim
Não há outra explicação
Sangro quanda estás longe de mim

Eu sofro mais que o cão
Eu travo, eu como capim
Sangro quanda estás longe de mim
Enfio os pés pelas mãos
Tomo pileques de gin
Sangro quanda estás longe de mim
Encrenco com meu patrão
Não cuido mais do jardim

Só pode ser maldição
Desejar tanto assim
Não há outra explicação
Sangro quanda estás longe de mim

Não toco mais violão
Não toco mais bandolim
Sangro quanda estás longe de mim
Me toca ter convulsão
Me toca cólica nos rins
Sangro quanda estás longe de mim
Me toca palpitações se partes pro tocantins
Só pode ser...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts