Vem sentir comigo

Eu sou indomável, nem eu posso me parar
Um tipo de espécie que é difícil de encontrar
Querem a minha pele, ninguém me quer pra criar
Avanço e mordo se tentarem me atacar

E não tenho medo de ser quem eu sou
Nem tenho vergonha nenhuma de expor
Me jogo, me lanço, não tenho pudor
Cuido dos meus vícios e do meu amor

Ei, ei, ei
Eu cheiro a perigo, meu bem
Ei, ei, ei
Vem sentir comigo também
Ei, ei, ei
Eu sou o perigo, meu bem
Ei, ei, ei
Vem sentir comigo

Olha pra minha cara, eu tô bem dócil de tocar
Me põe no seu colo se quiser me bagunçar
A casca é grossa, não é fácil de quebrar
Se eu tô pirando, deixa o olho revirar

E não tenho medo de ser quem eu sou
Nem tenho vergonha nenhuma de expor
Me jogo, me lanço, não tenho pudor
Cuido dos meus vícios e do meu amor

Ei, ei, ei
Eu cheiro a perigo, meu bem
Ei, ei, ei
Vem sentir comigo também
Ei, ei, ei
Eu sou o perigo, meu bem
Ei, ei, ei
Vem sentir comigo

Ei, ei, ei
Eu cheiro a perigo, meu bem
Ei, ei, ei
Vem sentir comigo também
Ei, ei, ei
Eu sou o perigo, meu bem
Ei, ei, ei
Vem sentir comigo

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir