Desculpe-me poetas e boêmios
de sapatos brancos
Que andam sob a lua
nessas ruas loucos de amor

Roubei as tuas frases
de falas tão puras
Prá preencher o meu vazio
Nas minhas baladas

Mas a noite é dos loucos
E tão pouco somos nós
Que voamos muito alto
Tentando encontrar

Procurei a minha paz
Nos montes lá no alto
Muitas vezes tive medo
Na minha alma

Meu coração já esteve perto
Da ponta da lança
Mas nunca desisti
Da minha glória

Mas a noite é dos loucos
E tão pouco somos nós
Que voamos muito alto
Tentando encontrar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Cláudio Varaschin / Samir Motta · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Daiane
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.