Hoje eu apronto hoje nada me atrapalha
Eu vou amanhecer grudado num rabo de saia
Estou cansado de comer feijão com arroz
Hoje eu janto fora nem que o pau quebre depois

Graças a Deus a dona encrenca viajou
Fique sozinho preparado já estou
Não vou ficar em casa com cara de tacho
Vou por duas camisas uma em cima outra embaixo
Só vou voltar pra casa depois que abaixar o facho

Na minha rua sou um santo de primeira
Eu não sou trouxa pra marcar tanta bobeira
Quando a vizinha curiosa dorme a passo
Vou logo pra gandaia pinto e bordo tudo faço
Até a filha dela se pintar na frente eu traço

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts