Um bom pagode começa assim
com banjo e pandeiro
Cuíca, timba e tamborim
e um réco bem maneiro
Cavaco, repique e violão
e a galera batendo na palma da mão
É na palma da mão
Que a galera canta pra valer
Se o pagode tá gostoso
a galera cai no miudinho
Se, o pagodeiro, ele é bom
a galera aplaude a cada som
Se a alegria é geral
a galera canta em alto astral
Se o pagode é pé no chão
a galera toda vem no refrão
Bem feito malandro
Quem mandou botar fogo no balão
Bem feito malandro
Quem mandou botar fogo no balão
Fui num pagode, compadre
lá tinha de tudo
Tinha cara sem vergonha
Cara de pau e um tremendo carudo
Só pra não morrer, sinherê
só pra não morrer sinherá
Só pra não morrer, sinherê
só pra não morrer

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir