Nanan, Nanan, eu vou
Vou no mato apanhar epepê
Minha cabeça me dói como o quê
Peço valei-me, Nanan Boroquê

Olha a sua cabeça te dói como o quê
É assim que eu quero te ver
Peça valei-me, Nanan Boroquê
Você brincou com Exu Berequê

Vai no mato apanhar epepê
Vai no mato apanhar epepê
Oiaqui oiapo oia ganga
Lá no mato tem mucama

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog