O mesmo céu que derrama a vida
Enfureceu-se e desabou
De forma intensa e destemida
A vida em morte transformou

Sonhos levados rio abaixo
Vidas regadas pela dor
A alegria encoberta pelo caos
Cenas de filmes de horror

Na beira das encostas jaz os mil sorrisos
Que encantavam a serra linda , alegre altiva e sã

Na mesma terra em que sua casa edificou
Deixou vermelho sua luta e seu suor
No mesmo chão que os teus pés plantou
Viu suas raízes destruídas virarem pó

A esperança que lhes resta vem com o sol
Unindo as forças pra poder recomeçar
E o mesmo seque toda lágrima de dor
Que a serra abrigue o novo olhar do amar

Na beira das encostas jaz os mil sorrisos
Que encantavam a serra linda , alegre altiva e sã

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Kayo Paiva. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Kayo. Revisão por Kayo. Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts