Trem danado é o tal do amor
Trem danado é o tal do amor
Nem tem hora, tamanho e nem cor
Não tem forma, aroma ou sabor
Tem dias que eu amo que dá nos nervo
Mas viver sem amor me dá desespero
Tem dias que o amor me faz sofrer
Mas viver sem amor eu prefiro morrer
Trem danado é o tal do amor
Trem danado é o tal do amor
Nem tem hora, tamanho e nem cor
Não tem forma, aroma ou sabor
Tem dias que o amor
Me coloca em perigo
Mas viver sem amor
È uma missão impossível
Tem dias que o amor me dói o peito
Mas viver sem amor não tem jeito

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir