Minha vida sem freio está longe do fim
E o caminho do bem eu mesmo escolhi
A fome, a sede, a miséria e o medo eu venci
E ao velho sábio mensageiro da fé
Minha alma eu vendi

Fiz um pacto sangrento com Deus
Na encruzilhada
E o diabo desapareceu pela estrada
O bem sempre vence o mal

O bem sempre vence o mal
O bem sempre vence o mal
O bem sempre vence o mal
O bem e o mal

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir