Quem olha na minha cara, já sabe que eu tô sofrendo
Não tem cabimento
Um marmanjo chorando por aí de saudade sua
Pra evitar esse constrangimento, nem saio na rua
Eu tô num sofrimento particular
Não quero plateia pra me ver chorar
Só abro a porta de casa
Pra saudade sua e pro entregador do disk-cachaça
Eu tô num sofrimento particular
Não quero plateia pra me ver chorar
Só abro a porta de casa
Pra saudade sua e pro entregador do disk-cachaça
Quem olha na minha cara, já sabe que eu tô sofrendo
Não tem cabimento
Um marmanjo chorando por aí de saudade sua
Pra evitar esse constrangimento, nem saio na rua
Eu tô num sofrimento particular
Não quero plateia pra me ver chorar
Só abro a porta de casa
Pra saudade sua e pro entregador do disk-cachaça
Eu tô num sofrimento particular
Não quero plateia pra me ver chorar
Só abro a porta de casa
Pra saudade sua e pro entregador do disk-cachaça
Eu tô num sofrimento particular
Não quero plateia pra me ver chorar
Só abro a porta de casa
Pra saudade sua e pro entregador do disk-cachaça
Só abro a porta de casa
Pra saudade sua e pro entregador do disk-cachaça

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts