Despacito parceiro pelo meu jeito de ser
Eu já pude compreender de quem se vai sem apuro
Enxerga claro no escuro com coração destapado
Pois lembra bem o passado e bombeia longe o futuro

Despacito e alma aberta olho no olho te digo
Jamais pressente o perigo alguem que vai disparando
Ao revés do que chuleando ao tranquito vai na estrada
Encontra o vau da cruzada e segue manso tranqueando

Um dia depois do outro despacito passa a vida
Assim se fecha a ferida assim se cura um amor
Por maior que seja a dor lhes garanto não é changa
Pois junto as pedras da sanga um dia eu vi uma flor

Despacito, por pecado, volta e meia tomo um trago.
Não posso cruzar de largo, tenho a sina chegadeira
Igual a vaca tambeira que se perde no potreiro
Mas vem berrar pra o terneiro de manhã junto à porteira

Despacito vou embora, despacito hei de voltar.
Não quero ver lacrimear meu anjo na despedida...
Um saludo e adeus guarida, neste tranquito me vou
E alguém que me desprezou há de me amar n'outra vida.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Juliano Gomez / Leonel Gomez / Rogério Ávila · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Lucas
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.