Olha, estive pensando
Seis da matina, quero voar
Me ver lá do alto
Bem diferente

Quero entender o que passa na mente
De uma gaivota sobre o oceano
De uma serpente embaixo das folhas
Uma floresta, uma floresta

Aiê, iê, ê ê ê iê iê iê

Aiê, iê, ê ê ê iê iê iê

Floresta no avesso, de pedras cidades
Homens que passam sem esperança de um respiro
No umbigo do mundo sem céu azul
Qualquer a cor, qualquer a idade
Me diga agora se é que se pode
Sem tem amor não há nem saudade

Aiê, iê, ê ê ê iê iê iê

Alma de tudo
Há uma verdade
Quero dizer
O que leva o por dentro

Quero ser livre dessa sua grade
Crer num futuro melhor pras crianças
E há pessoas com fome
Nesse mundo esquecido
Do fundo da lente até o osso do homem

Aiê, iê, ê ê ê iê iê iê

Meu coração bate descompassado
Pombas que voam
Ao invés de pássaros
Ódio no verbo
Futuro, presente, passado
Como o verde é que falta um bocado

E aquele menino
Que tiver você
Que merece da vida toda beleza

Quem vende armas não é o que se crê
Acaba com o mundo, com sua riqueza
Quero cantar ê ê ê ê ê ê
Quero querer

Quero querer

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Lica Cecato / Paulo Calasans / Zeca Baleiro · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Layse
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.