Quando a gente tá perto
É de um perto que assusta
Não tem fronteira nem fiscal
Céu no horizonte
Nem sintoma de Jet Lag
Depois de horas de avião

Quando a gente tá perto
Não tem fome nem jejum
Nem cansaço de correr
Nem enjoo de dormir
É um perto de doer

Não tem estrela sem alcance
Nem tanto mar sem navegar
Não tem olho que não abra
Sem o outro ir dormir

É raio, é luz, é cinema
Colorido, é fantasia
É real, é vero, é toque
É cabeça, é carne, é cheiro
É São Paulo, é Rio de Janeiro
É samba, é Sampa, é rua
Estrada, pauco, é cama

É multi, é super, é hiper
Quase nada, quase tudo
E quando chega é raio

É real, é belo, é vero
E é só de brincadeira
Guerra é só de travesseiro
Quando a gente tá perto
É de um perto que assusta
É de um perto de doer
Um sintoma de Jet Lag
Depois de horas de avião

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Lica Cecato / Paulo Calasans · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Layse
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.