Não há segredos vãos
Quando te prendo as mãos
E tapo a boca

Não há palavras tuas
Que acendam as ruas
Onde a luz é pouca

Fomos feitos de algo mais,
Que não tem forma nem razão

Tivemos tempo para ser mais

Tivemos tempo para ser mais,
Roubar a carne dos chacais
És só de mim,
Mas fomos tarde demais

Tivemos tempo para ser mais,
Roubar a carne dos chacais
És só de mim,
Mas fomos tarde demais

Tivemos tempo para ser mais,
Roubar a carne dos chacais
És só de mim,
Mas fomos tarde demais

Quando te prendo as mãos
Quando te prendo as mãos
Quando te prendo as mãos

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts