Foto do artista M19

Na Cela do Arrependimento

M19


Cala a boca, não enche to saindo
Você é minha mulher mas não brinca comigo
Esquece aquela utopia de amor eterno...
Se quiser me amar ou não fica ao seu critério!
Não reclama do casamento foi você quem quis
A culpa é toda sua por ser infeliz
Poe o piveti pra dormir vou sair num rolê
Te arrebento se eu chegar e ele tiver vendo tv
Não temia a conhecida "Maria da Penha"
Lei de número 11.340
Fui recrutado pro exército do desemprego
Ai o bote da quebrada virou amigo do peito
Foi lá que investi todo o dinheiro do seguro,
Foi lá que conheci quem quase me levou pro túmulo
Vê uma colombiana, hoje não quero cerveja
Enrolo a nota de 50 e pago sua renda extra,
Se "aqui se faz, aqui se paga."
O meu filho que se foda por nascer na família errada
Já levei ré que chega, ainda caí na besteira
De deixar aquela piranha da luz a esse problema
Sai daqui,sai, vaza pivete me deixa paz
Não quero saber do seu desenho do dia dos pais
Não vai chorar pra aquela histérica vir aqui com grito
Senão vai ser outro numero aumentando femicídio!

Me perdoa, se eu pudesse voltar no tempo
Me perdoa, se eu pudesse voltar no tempo
Ao menos um minuto pra falar o quanto eu lamento! 2x

Fiz ela sentir na pele o papel de ellen barkin
Pra ele o terror 'esqueceram de mim' pior que macaulay culkin
Abraço meu nela? só pra ser carregado
Esse foi o meu presente no último 8 de março
Comemorado na minha segunda casa
Estica farinha no prato e celebra a desgraça
Sai do quarto porra, deu de ficar chorando assim
Levanta dessa cama e vai fazer rango pra mim
Você passa a semana servindo milionário
Agora é minha vez, não to sendo autoritário
Agiliza, vai logo, preciso liga uma fita
Pra largar vocês de uma vez e mudar de vida
Todo mês é o mesmo esquema de pagamento
Sai com o dinheiro da empresa, num jetta preto
Vi ele parando o carro rente ao meio fio
Senti um frio quando a porta abriu, batimento foi a mil
" vai! vai! me da o malote" mas eu não tava ligado
Que aquele desgraçado só andava escoltado
1,2,3,4 to baleado,
Mão na bomba giro alto e meu truta sai voado
Daí pra frente eu só lembro
De uma pá de voz misturada e um carro vermelho
Agora nessa cama só aguardo o meu óbito
E a enfermeira a confirmação do eletrocardiógrafo

Me perdoa, se eu pudesse voltar no tempo
Me perdoa, se eu pudesse voltar no tempo
Ao menos um minuto pra falar o quanto eu lamento 2x

To pagando a pior das penas pelos meus atos
Na Cela do Arrependimento, eternamente condenado
Queria dar ctrl z, desfazer e refazer
Juro que nada daquilo iria acontecer.
A inocência não despertaria na madrugada
Com sua mãe aos berros eu possuído com uma faca
O tempo foi como raio x de última geração
Mostrou com perfeição como era o meu coração
Sobrava pra minha esposa o que meu filho não entendia
"mamãe porque o papai sempre fura a latinha?"
Flagrei minha familia querendo comer
A geladeira vazia mas no bolso 50g
Vivo num mundo paralelo, daqui não me comunico
Infeliz, em estado epiléptico irritativo
Se eles quisessem me matar eu não discordaria
Se pudesse falar algo só agradeceria
Queria pedir perdão mas meu corpo não reage
Descobri que o amor existe eu que fui covarde!
Pega meu tranquilizante no rasgo do sofá da sala
Põe num local letal e descarrega a eutanásia
Com funções cerebrais e intelectuais intactas
Desenvolvi autismo virando o peso da casa...
Agora me encontro em estado vegetativo
Quem cuida de mim? minha esposa e meu filho!

Me perdoa, se eu pudesse voltar no tempo
Me perdoa, se eu pudesse voltar no tempo
Ao menos um minuto pra falar o quanto eu lamento 2x

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir