Samba Enredo 1996 - Os Tambores da Mangueira Na Terra da Encantaria

G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira (RJ)

exibições 3.808

No revoar da inspiração
O poeta conseguiu
Contar em verso e prosa
O amor pela cultura
Lendas e mistérios
Do nordeste do brasil
Deite numa rede de algodão
E adormeça nas crenças do maranhão
No fundo do mar
Tem um castelo que é do rei sebastião
Tem mandinga tem segredo
Meu amor eu tenho medo
De brincar com assombração

Ana se fez donana
Na carruagem tem uma mula-sem-cabeça
Por incrível que pareça
Uma serpente circundando o ribeirão
A manguda vai chegar
Bumba-meu-boi e cazumbás
É festa de são joão

Agô iná iná agô !
Oh! doce mãe sereia
No seu lampejo que ilumine todos nós
Lá na praia dos lençois
É noite de lua cheia

Os tambores da mangueira
Na terra da encantaria
Encantaram o touro negro
Que num toque de magia

Se vestiu de verde e rosa
Embarcou na poesia

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir