(REFRÂO)
Mané mandou
Maria, Matheu
E Murilo mandou o meu
martelo e meia má
Quando canto esse côco
A minha língua treme
Quem fizer outro côco em M
Eu amarro e mando matar


Eu sou um matuto moço
Morou no mato é madeira
Mandioca, manipuêra
Marco modo de mudar
Mandei Matias
amarrar mói de marmeleiro Malaquia.
Marinheiro, mangueiro e maracujá.


(REFRÂO)
Mané mandou
Maria, Matheu
E Murilo mandou o meu
martelo e meia má
Quando canto esse côco
A minha língua treme
Quem fizer outro côco em M
Eu amarro e mando matar


Mulher maldosa, Madalena, macumbeba,
maniçoba, manipepa, manguito, mero e mangar
Melão maduro, morcego, mosqueiro e muro
Mofino, medo e monturo, mamoeiro e miramar


(REFRÂO)
Mané mandou
Maria, Matheu
E Murilo mandou o meu
martelo e meia má
Quando canto esse côco
A minha língua treme
Quem fizer outro côco em M
Eu amarro e mando matar


Mestre Matoso, morador Mendes Medeiro
morava em Monteiro de milho mole, munguzá
malicioso, mungangueto e macumbeiro
Esse meu côco é maneiro mas é ruim de se cantar.

(REFRÂO)
Mané mandou
Maria, Matheu
E Murilo mandou o meu
martelo e meia má
Quando canto esse côco
A minha língua treme
Quem fizer outro côco em M
Eu amarro e mando matar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Jacinto Silva / Zé do Brejo · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por romulo
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.