Ele é mais de lua que maré
Mais de dois, mais de duas se quiser
Ô, o maldito carmelito dos diablos
Ele é ferro, fogo e claro
Erva doida e narguilé

Ele vem, a vida passa
Ele chama e o mundo vem
Debruçado nas sacadas
Só pra ver quando ele vem

Dias quer docemente seu café
Amanhã, margueritas talibãs
Ô madrecito, se eu regar sua paisagem
Toda paz ali te invade
Antes dele enlouquecer

Ele vem, a vida passa
Ele chama e o mundo vem
Debruçado nas sacadas
Só pra ver quando ele vem

Ele é tantos que não cabe, não
Nele tantos que ele tem
Doidivanas, doido em graça
Todos nele ele tem

Às vezes nem é
Às vezes é tudo se quiser
Vela, luna, meu sol em marte
Tarde pra recusar ou volver

Ele vem, a vida passa
Ele chama e o mundo vem
Debruçado nas sacadas
Só pra ver quando ele vem

Ele é tantos que não cabe, não
Nele tantos que ele tem
Doidivanas, doido em graça
Todos nele ele tem

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir