Habilite sua assinatura e dê adeus aos anúncios

Habilitar
exibições 6.246

Tempo de Menino

Martinho da Vila

No meu tempo de menino
Eu não passei vida boa
Não frequentava a escola
Só porque andava à toa

E pra não perder meu tempo
Eu ficava na esquina
No jogo de cara e coroa

Cara e coroa, cara e coroa
Cara e coroa, cara e coroa

Naquele tempo existia
Dez réis, vintém, um tostão
Eu soltava papagaio
E jogava o meu pião

No domingo de manhã
Lá no sítio da Mangueira
Eu caçava passarinho
Armado de baleeira

Baleeira, baleeira
Baleeira, atiradeira

Eu que fui menino pobre
E me criei na estrada
Carreguei frete na feira
Joguei leve na calçada

Levei bilhete
Do rapaz pra namorada
Só não fui guia de cego
Ai, ai, oi, oi
Mas fui craque na pelada

Na pelada, na pelada
Na pelada, na pelada
Na pelada, na pelada
Na pelada, na pelada

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Comentários

Envie dúvidas, explicações e curiosidades sobre a letra

0 / 500

Faça parte  dessa comunidade 

Tire dúvidas sobre idiomas, interaja com outros fãs de Martinho da Vila e vá além da letra da música.

Conheça o Letras Academy

Enviar para a central de dúvidas?

Dúvidas enviadas podem receber respostas de professores e alunos da plataforma.

Fixe este conteúdo com a aula:

0 / 500

Posts relacionados Ver mais no Blog


Opções de seleção