Foto do artista Matanza

Assim Começa a Bebedeira

Matanza


A cena é bem comum
Tem um garçom discutindo com um bebum
Já está o bar vazio
Lá fora chovendo, fazendo frio
De saco cheio o garçom apontando para hora
E o bebum dizendo que dali não vai embora
Eis de repente chega a puta e fica tal situação

Um cavalheiro não nega bebida a uma dama
Principalmente as que leva para cama
Pega uma garrafa de conhaque e não reclama
Vamos ver o dia amanhecer

A cena e surreal
O bebum ri do garçom passando mal
Eles beberam demais
Começaram dez horas atrás
A puta foi embora pois não tava se entendendo
O bebum achou melhor continuar bebendo
E o garçom pensava na desculpa que daria ao seu patrão

Um cavalheiro não nega bebida a uma dama
Principalmente as que leva para cama
Pega uma garrafa de conhaque e não reclama
Vamos ver o dia amanhecer

E assim começa a bebedeira
E assim acaba a discussão
Meio-dia de segunda-feira
Segue forte a bebedeira
Sem um pingo de noção
Meio-dia de segunda-feira
Trabalhar tá fora de questão

Um cavalheiro não nega bebida a uma dama
Principalmente as que leva para cama
Pega uma garrafa de conhaque e não reclama
Vamos ver o dia amanhecer

E assim começa a bebedeira
E assim acaba a discussão
Meio-dia de segunda-feira
Segue forte a bebedeira
Sem um pingo de noção
Meio-dia de segunda-feira
Trabalhar tá fora de questão

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir