canto de trabalho
Póvoa de Lanhoso - Portugal


Este linho é mourisco
A vista dele enamora
Quem aqui não tem amores
Tira'o chapéu e vai s'embora

Ai lalila ai lalela
Ai lelaló meu bem
Regala te meu amore
Regala te passa bem

Ó minha mãe dos trabalhos
Para quem trabalho eu
Trabalho mato meu corpo
Num tenho nada de meu

Ai lalila ai lalela
Ai lelaló meu bem
Regala te meu amore
Regala te passa bem

Maçadeiras lá de baixo
Maçai-me meu linho bem
Não olheis para o portelo
Que a merenda logo vem

Ai lalila ai lalela
Ai lelaló meu bem
Regala te meu amore
Regala te passa bem

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir