exibições 69.422

Preta, lembra de quando o frio extremo
Transpassava as paredes de madeira, tu lembra?
E quando pelas palafitas
Caminhávamos com nosso amor no colo, foda, né?

Eu largadão, nem aí pro compromisso
E você mulher guerreira
Desculpa se a voz falhar
Mas quando eu lembro do nosso passado eu choro e oro

Pra espantar os demônios da tal tentação
Pois sei que exala feromônios e ostentação
Mas traição com quem me conduziu ao pódio é vacilação
Não pode não!

Deixa pra lá, põe pra rolar o Djavan
Pois hoje Deus nos permitiu, e d'Ele é o amanhã
E quem for contra o nosso amor
Que se envenene na mordida da própria maçã

Vamos brincar de amorzin, um bom vinho, um finin
Esquece do mundo
Taça com taça, tin tin, pra você e pra mim
Vida longa e boa

Nós acertamos na letra, a batida perfeita
A dama e o vagabundo
Quando se entrega pra mim, parece não ter fim
Porém o tempo voa

Vamos brincar de amorzin, um bom vinho, um finin
Esquece do mundo
Taça com taça, tin tin, pra você e pra mim
Vida longa e boa

Nós acertamos na letra, a batida perfeita
A dama e o vagabundo
Quando se entrega pra mim, parece não ter fim
Porém o tempo voa

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir