Foto do artista Mercúrio Cromo

Só Eu Posso Julgar a Mim Mesmo

Mercúrio Cromo


Você não viu o meu passado, não tava lá comigo,
Eu me lembro bem, nunca pedi abrigo
Você não tá sempre aqui, não sabe do meu presente nem o que vivi
Você não é vidente, e se não vive o meu presente,
Como quer saber como será meu fim?

Só eu posso julgar a mim mesmo
E tudo que me aconteceu,
Porque ninguém vive a minha vida
E ninguém pensa como eu

Os teus preconceitos tolos, os teus padrões inúteis,
Desviam tudo o que sinto e o que eu quero dizer
E pago todo o preço caro da incompetência das gerações passadas,
Me cansei de ficar assim, pego todas minhas vontades
E mudo tudo que conseguir

Só eu posso julgar a mim mesmo
E tudo que me aconteceu,
Porque ninguém vive a minha vida
E ninguém pensa como eu

Só eu posso julgar a mim mesmo
E tudo que me aconteceu,
Porque ninguém vive a minha vida
E ninguém pensa como eu

Só eu posso julgar a mim mesmo
E tudo que me aconteceu,
Porque ninguém vive a minha vida
E ninguém pensa como eu

Só eu posso julgar a mim mesmo
E tudo que me aconteceu,
Porque ninguém vive a minha vida
E ninguém pensa como eu

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Fábio Adorno / Kairo Espósito / Nando Menezes / Rafael Arruda · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Rafael
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.