D G Bb7

Eb G
Ai, quem me dera ser cantor
Cm
Quem dera ser tenor
Bb7
Quem sabe ter a voz
Eb
Igual aos rouxinóis

Igual ao trovador
D
Que canta aos arrebóis
G
Pra te dizer gentil
C
Bem-vinda
B7 Em
Deixa eu cantar tua beleza
A D
Tu és a mais linda princesa
G C
Aqui deste covil
Eb G
Ai, quem me dera se doutor
Cm
Formado em Salvador
Bb7
Ter um diploma, anel

Fazer em teu louvor
D
Discursos a granel
G
Pra te dizer gentil
C
Bem-vinda
B7 Em
Tu és a dama mais formosa
A D
E, ouso dizer, a mais gostosa
G C
Aqui deste covil
F A
Ai, quem me dera ser garçom
Dm
Ter um sapato bom
C7
Quem sabe até talvez
F
Ser um garçom francês
F#°
Falar de champinhom
E
Falar de molho inglês
A
Pra te dizer gentil
D
Bem-vinda
C#7 F#m
És tão graciosa e tão miúda
B7 E
Tu és a dama mais (boazuda)
A D
Aqui deste covil
F A
Ai, quem me dera ser Gardel
Cm
Tenor e bacharel
C7
Francês e rouxinol
F
Doutor em champinhom
F#°
Garçom em Salvador
E
E locutor de futebol
A
Pra te dizer febril
D
Bem-vinda
C#7 F#m
Tua beleza é quase um crime
B7 E
Tu és a (banda) mais sublime
A D A D

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog