Estilo Vagabundo 3

MV Bill


Eu já não quero saber o que você pensa de mim (como assim?)
Última forma pra você, minha paciência chegou ao fim (o quê?)
Eu vou meter o pé (não vai)
Eu vou sair de tu (não sai)
Você tem sido muito escandalosa
Briga por quase nada, fica puta e orgulhosa

Tu quer que eu me rebaixe? (não!)
Tu quer que eu te esculache?
Então se eu for falar de tudo o que você faz, o tempo é curto
Desculpa esfarrapada não dá mais, aí eu surto

Quando tu tá surtada, acaba com a minha balada (pois é!)
Me faz passar vergonha (sempre cercado de mulher)
Tudo amiga! (não diga!)
Não acredita?

Não assume seu erro e tá me levando pra briga (não tô)
As mina pira quando eu tô contigo (caô)
Recalque e inveja do meu brilho (só se for)
Tu dá motivo

Eu te falei, não dê ouvido
Meu pente tá na tua direção (eu duvido!)
Não duvida, você já faz parte da minha vida
É só baixar o ciúmes, que tá tudo na medida

Eu com ciúmes? Se é você que tem o costume
Frequenta cabaré, se enrola e não se assume
(Que isso?) eu quero é compromisso
O mau é que você é bom e comparece bem no meu serviço
Você não vale nada e eu gosto da sua pegada
Mas sair com minha colega, na moral, mó mancada (não entendi)
Esse teu cinismo me irrita (não grita)
Tô tentando, mas você não facilita
Imagina se eu fizesse o mesmo contigo
Te levasse enganado e saísse com o seu amigo (eu ia ficar bolado)
Só que tu tá todo errado

Mas não joga na minha conta como o único culpado (hã, hã)
Eu nem cheguei a sair com a sua colega
É só botar de frente pra tu ver (você nega!)
Amiga é sua (mas quando eu não tô, você que pega)
Ela se jogou, eu que me esquivei

Eu tava cega
Você sabe que eu não gosto de mentira
Te ver mentindo na cara dura aumenta minha ira (então não pira)
Não tem como, você vai me gastando
Tu é aquele tipo de safado que morre negando
(Assim fica difícil)
Volta aqui, seja homem, não fuja

Eu tô tentando te ouvir, tu quer lavar a roupa suja
Você precisa se ligar
Que as mina que põe pilha contra tão tudo afim de me dar
(Me passar pra trás?)
Sim, azedar o seu molho
Me dão mole nas suas costas, querendo furar seu olho
E eu, inocente, sem ter culpa de nada
Discutindo a relação, me explicando (tô bolada)
Sempre dá estresse (sempre dá!)
Mas eu não fujo

Não vem pagar de anjo que eu sei bem que tu é sujo
(Cala boca!)
Não calo!
(Fica quieta!)
Eu falo!
(Tu ta maluca!)
Tá errado!
(Não tô!)
Safado!
Em mim, você não toca mais a mão, papo reto
Pode ir atrás de outra pra fazer de objeto (desnecessário)
Papo de otário, me deixa na mão
Pra sair com os amigos no bonde da vacilação
(Você tá me deixando mal)
Não, você que está me deixando

Fica difícil falar com você, se não acredita no que eu tô falando

Não aumenta o tom de voz comigo
Você que tá me deixando mal
Me abandonou, cara de pau

Fica tranquila, que não é real
(Fica me evitando)
Com você é só problema!

Não é perseguição, mas o que custa um telefonema? (eu tava ocupado)
Não! Você que é o culpado
Não conte mais comigo na conduta de safado
Já tentei, me rebaixei, mas não me acostumo
Quando não tá na cachaça, tá com a cara cheio de fumo

Assim você tá me explanando (eu sei)
Me escrachando
E todo mundo me olhando (cansei!)

Não vou mais te sufocar, pode ficar tranquilo
Tu continua vagabundo, só não faz mais o meu estilo
(Acho melhor você parar)
Negativo, eu continuo
Numa briga com você, tu tá ligado, eu não recuo
Mas já vi que não tem jeito, tu não faz por merecer
Vou embora e dessa vez quem vai ficar sozinho é você! (o quê?)
Vou embora e dessa vez quem vai ficar sozinho é você!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Kamila CDD. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Bruno. Legendado por Giuli. Revisões por 3 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog