Foto do artista Os Bertussi

A Décima do Bezerro

Os Bertussi


Eu vou te contar um caso e outro que aconteceu
Lá no capão do pinheiro, oi lai, lai, um bezerro que nasceu
Nasceu de madrugadinha ao meio dia mamou
As quatro horas da tarde, oi lai, lai muitos bois ele surrou

Eu ia passando na estrada, uma moça me chamou
Se o bezerro é de venda, oi lai, lai um conto por ele eu dou
Bezerro não é de venda é do nosso imperador
Pois muitos contos de reis, oi lai, lai o dono dela enjeitou

O berro deste bezerro o vento paralizou
E o nosso povo em geral, oi lai, lai, todo ele se admirou
O touro pai do bezerro que veio de vacaria
Berrava em cima da serra, oi lai, lai, mais de trinta légua se ouvia

E a vaca mãe do bezerro que era uma vaca afamada
Dava uma arroba de queijo por dia e dez guampas de coalhada
Fora cem litros de apojo, oi lai, lai, que ainda o bezerro mamava
Se esta vaca fosse viva, oi lai, lai, o Itajaiba comprava

Se não tivesse dinheiro, oi lai, lai
O compadre Adelar emprestava

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir