Sai distante patrício pra conhecer meu rio Grande
Pois pra viver viajando não precisa que me mande
Deixei meu pago em Caxias a cidade onde eu nasci
Viajei, conheci a fronteira e agora conto pra ti

Deixei meu rastro na estrada pensando em não voltar mais
Tomei água brasileira, olhei de canto pra traz
Me mandei para Argentina, deixei o meu céu azul
Adeus terra onde eu nasci, adeus Caxias do Sul

Gostei tanto da jornada, coisas que eu não esperava
Patrício vou te contar sei que não vai dar rizada
Nas margens do Uruguai cantei minha despedida
Chorei ao deixar meu país, lembrei da china querida

Patrício vou te contar, dos fandangos desta terra
Das chinocas correntinas que machuca a alma do qüera
Dançando lindas milongas, dava gosto de se ver
E a paisanada gritando recordando o chamamé

Patrício se me pergunta por que razão regressei
Se tudo era tão bonito porque tão cedo voltei
Foram as rédeas da saudade que me puxaram pra trás
Vim rever a gauchinha e agora não volto mais

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir