(Galopa, galopa meu mouro
Me leva pra ver as donzelas
Que a tarde vai cair no cerros
E eu vou cair nos braços delas)

Hoje levantei com sede da estrada
Atirei as garras no meu pingo mouro
Apertei a cincha calcei as esporas
Sai mundo afora campeando namoro

Soltei a tristeza pro fim da invernada
Bebi alegrias no sorriso das sangas
Deixei a saudade na encruzilhada
E adocei minh'alma com sabor das pitangas

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Luiz Bastos / Paulo Saavedra · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Mariana
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.