Ele quer paz
Ele quer paz e não pasmaceira
Pra ver despertar
Do sonho para vida verdadeira

Ele vê luz
Onde ninguém comum jamais veria
Está desperto e nú
Brilhando noite e dia

O jovem Bodisatva
Cabelos pelos seus quadris
Quer ver o mundo vivo
Não pára enquanto o mundo não pára
De rodar infeliz.

Ele sentiu
A dor do universo na sua cara
E decidiu
Nunca parar enquanto houver Sansara
Ele se vai
De vida em vida com seu compromisso
De não descansar
Enquanto o egoísmo for nosso vício

O jovem Bodisatva, cabelos pelos seus quadris
Quer ver o mundo vivo
Não pára enquanto o mundo não pára
De rodar infeliz

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir