Abre Alas

Oswaldo Montenegro

exibições 2.240

Abre alas seu moleque
Que agora eu vou passar
Com a língua cuspindo fogo procurando o sol de novo
Eu acho pouco seu luar

Abre alas seu moleque
Que eu não to chorando não
Com que cai desse meu olho não se assuste moço eu rego
A flor da decisão

Não sorria seu moleque
Teu sorriso de verão
Que é preciso ser de aço a ver o mundo no bagaço
E não estender a mão

Abre alas seu moleque
E na briga eu sou mais eu
Me olhando cara a cara tu vai tremer que nem vara
Depois que o vento bater

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir