E de Agora Em Diante

Oswaldo Montenegro

exibições 17.459

E de agora em diante teria sido decretado o amor sem problemas
E seriam vitrines nos olhos, e as almas vagariam sem medo
E de agora em diante seria pra sempre o que pra sempre acabara
E seria tão puro o desejo dos homens
Que Dionísio enlaçaria a virgem com braços enternecidos
E aplaudiríamos, calmos e frenéticos como um São Francisco febril
E de agora em diante pra trás não haveria
Não mais a virtude dos fortes, mas o mérito dos suaves
O homem feminino e a mulher guerreira
O amor comunitário, sem ciúmes
Dariam as mãos as moças que amo e brincariam de roda em volta de minha preferida
E um artesão criança esculpiria flores nos cabelos e um sorriso sincero no rosto
E de agora em diante Mahatma Gandhi estava vivo pra sempre e Jesus era hippie
Beethoven era roqueiro e Lennon era como nós
E se não desse certo, de agora em diante, ao menos teríamos tentado

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir