exibições 127
Foto do artista Paulo Flores

Saudades da Terra

Paulo Flores


Foi aí onde a minha infância vivi
De onde muito cedo saí
Sem bilhete de regresso
E ao partir vi o céu chorar comigo
A esperança de voltar
Vi no rosto de minha mãe escancarada

Foi ai onde o meu sorriso deixei
Onde ainda menino acordei indefeso
E ao partir resolvi trazer comigo
Meus avilos minha gente no peito
No meu coração menino

E hoje quando canto são saudades
Toda a minha vida são saudades
Meus olhar distante são saudades
Pela estrada fora são saudades

Hoje quando lembro que lá deixei
Nossas praias nossa gente
Minha voz canta mais quente de agonia

Minha gente eu prometo
Que o tempo que esperei
Me fará cantar agora
As canções que não cantei
Vou buscar o meu sorriso
Que em menino ai deixei
Vou buscar o meu sorriso
Que em menino ai deixei

E enquanto espero são saudades
O meu desespero são saudades
Ao cantar pra vocês são saudades
Ao ver o que o tempo nos fez
São saudades
Ao ouvir as histórias dos tempos
São saudades
Tempos que não voltam mais

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir