Foto do artista Pedro Rapé

Como o Sol Implora a Noite Pra Nascer

Pedro Rapé


Molhar a alma, da sua calma, calmarei
Que entoava aquela linda melodia
Em nós

Voam com os ventos meus pensamentos
Ouvindo gritos de lamentos desse apartamento
E eu vou só
E eu vou só

Se até o vento frio pode te tocar
Porque eu sou condenado a viver
Como uma estrela almeja a lua
Como uma ave almeja o ar
Com o Sol implora a noite pra nascer (x3)

E o meu servo vira a noite
No desejo de alguém
Que sonhar acordado cansa
E não descansa de achar você
E no fim, descansar

Molhar a alma, da sua calma, calmarei
Que entoava aquela linda melodia
Em nós

Se até o vento frio pode te tocar
Porque eu sou condenado a viver
Como uma estrela almeja a lua
Como uma ave almeja o ar
Com o Sol implora a noite pra nascer (x3)

Se até o vento frio pode te tocar
Porque eu sou condenado a viver
Como uma estrela almeja a lua
Como uma ave almeja o ar
Com o Sol implora a noite pra nascer (x3)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir