O homem no começo
Para se locomover
Quando desejava
O mundo inteiro conhecer
Tinha que caminhar

Inventou a roda
E com o eixo fez
Uma porção de engrenagens
Que rodavam ao invés
Do homem trabalhar

Inventou a arma
E descobriu o poder
A espécie mais fraca
Irá obedecer
A era da razão

Conquistou os mares
Ocupou todo planeta
Fez linhas divisórias
Que chamava de fronteira
Evolução

É isso que chamavam de evolução
Um novo conceito a cada geração
O homem modernizava cada vez mais
E pelo progresso andava para trás

Contaminou a terra
E poluiu o ar
Olhou pra lua e disse
Eu vou pra lá
Nova fronteira

Depois que todo lixo espacial
Atendeu o seu chamado
Gravitacional
Nova lixeira

No meio do lixo
Homem parou pra pensar
Com o universo domado
Só faltava atacar
Seu semelhante

Depois da terceira
Guerra mundial
As armas que sobraram
Eram pedras e paus
Do homem errante

E foi nesse dia de juízo final
Que o homem prestou contas porque cuidou tão mal
Da terra que a evolução passou pra trás
Agora será a vez dos animais

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts