Trabalho é coisa rara
Nação Desempregada
Eu tô quebrando a cara
Eu não consigo nada

Sempre pego emprestado os classificados
A leitura obrigatória dos desempregados
Eu trabalho até mesmo por alguns trocados
E as contas vão chegando de todos os lados
Quem me salva na parada são os meus parceiros
Me pagando uma gelada ou um rango maneiro
Emprestando alguma roupa ou até dinheiro
Porque eu tô no desespero

Que fazer da vida
Eu tô sem saída
As contas tão vencidas
Mas não corro da briga

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Emerson Sperandio / Marco Audino / Tiago Mocotó · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por André
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.