exibições 285
Foto do artista Rafael Castro

Divórcio

Rafael Castro


Poupe o seu boa tarde,
como é que vão as coisas?
Pode até fingir que nem me viu.
É bem melhor não ter
que perder tempo assim
garantindo
uns anos de desunião.
Pouco nos importa
o que nós dois fizemos,
lemos ou pensamos em comprar.
Quero ir de vez pra lá,
se você vier pra cá
atiçando
a nossa velha profanação.
Sempre a gente fez
um péssimo casal
que só se maltratou,
cuspiu e se bateu,
até não restar mais
o que chorar.

É até um crime nos deixar a solta
sem coleira pra nos segurar
caso, por descuido, acabe dando a louca
e a gente volte a se atacar

Nós somos pessoas,
ferozes e sedentas
pra ver sangue, lágrima ou sei lá.
basta um momento a sós
e, Deus me livre, alguém
traz a pipoca ou
água fria pra apartar.
Tudo não passou
de um erro colossal:
a bomba era você,
eu era o estopim,
e a gente só se amou
pra se estourar.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir