Não há nenhum sinal de mim no horizonte
Nem das garrafas que eu mandei de um outro mar
Pra te contar que me esqueci
Por onde foi que me perdi
E afinal desaprendi como voltar
Não adianta esperar que o sol desponte
Eu não estou por perto nem já vou chegar
Rasguei as velas que eu mesmo abri
E em cada sonho que dormi
Eu era o mar e me engoli pra não voltar
Eu era o mar e me engoli pra não voltar
Tomei de volta o meu futuro que era seu
E seu passado que era meu não quero mais,
O dia ainda está escuro e já nasceu
Porque levei o sol comigo e muito mais
E se eu já nem sei olhar pra trás
Pra que saber onde é o cais
Até meu nome se perdeu
Hoje me chamo eu dos temporais
Quando eu achar o fim do mar e a sua f o n t e
O sol é seu porque não vou mais precisar
Vai parecer que nunca existi
Não há s i n a l de mim aqui
De tantos mares que eu bebi pra não voltar
De tantos mares que eu bebi pra não voltar
E se eu já nem sei olhar pra trás
Pra que saber onde é o cais
Até meu nome se perdeu
Hoje me chamo eu dos temporais

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Alexandre Lemos / Reynaldo Bessa · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Larissa
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.