Sobre as coisas de você, eu prefiro nem lembrar
Que hoje só nos resta sentimentos pelo ar
Que cada um de nós temos vidas diferentes
Que cada um de nós somos culpados e inocentes

O que vai ser de mim pra você sei tanto faz
Mas vou seguir em frente sem querer olhar pra trás
Eu já ouvi demais suas promessas e certezas
Eu já ouvi demais, jogo as cartas sobre a mesa

Quando a cabeça não pensa quem padece é o corpo
Certo ou errado o antigo ainda é novo
E se quer saber, cada erro entre nós
Veio só pra mostrar que também sou bem melhor

Sobre as coisas de você, eu prefiro nem lembrar
Que hoje só nos resta sentimentos pelo ar
Que cada um de nós temos vidas diferentes
Que cada um de nós somos culpados e inocentes

O que vai ser de mim pra você sei tanto faz
Mas vou seguir em frente sem querer olhar pra trás
Eu já ouvi demais suas promessas e certezas
Eu já ouvi demais, jogo as cartas sobre a mesa

Quando a cabeça não pensa quem padece é o corpo
Certo ou errado o antigo ainda é novo
E se quer saber, cada erro entre nós
Veio só pra mostrar que também sou bem melhor

Quando a cabeça não pensa quem padece é o corpo
Certo ou errado o antigo ainda é novo
E se quer saber, cada erro entre nós
Veio só pra mostrar que também sou bem melhor

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir