exibições 15.973

9 meses de gestação após a concepção e feto
O primeiro de muitos dias que esta tua vida promete
Respiraçao com o choro pra consolo dos papás
Olhar voraz de quem ja sonha com o que um dia serás
Capaz de tudo, mas para ja capaz de nada
Somente rapaz parecido com o papá de cara
Com o genio da mãe e mais alguem que o identifica
Numa parecença extrema com um membro da extensa familia
Porque tu es nascido mas não es bem recém
Es a criança que brinca e ja comunica bem
Primeiro amigo no recreio, filho da amiga da mãe
Cresce contigo, jardim escola e pa primaria tambem
Ja tens 6 anos e vês que nada é o que tu vês
Tudo tem de ter resposta na altura dos porquês
Que se arrasta vida fora e vai criando a tua historia
Como a surra que apanhaste na praxe da preparatória.
Só gente grande garante a protecçao agora
So tens de ser aceite pelos meus velhos da escola
No primeiro ritual de selecção natural na vida
E aprendes praticando Darwin em teoria
Tudo te fascina e agora tens um novo interesse
Pita do 6ºB que nao te vê nem te merece
Nesse coração partido só sobra espaço po esboço
Do rosto causador do primeiro desgosto amoroso
Mas, algo se aprende e é importante que tu vejas
Que hoje partes corações enquanto brincas com teenagers
Crescido, bem parecido e há sempre uma que te liga
E mostra o sexo oposto pra lá de um beijo com saliva
E foram-se os 3 de uma vez de 4 é certo
Num acto que se repete enquanto houver um quarto aberto
Que a juventude é isto, é proibido ser diferente
O tempo é garantido e tens de ser inconsequente

Refrão:
E a vida segue e abala numa voz que te acalma
Num sussurro de esperança que te cansa e que te cala
E avança, nao pára, nao espera, nao fala
Nao da sentido a nada e tu nao consegues chamá-la

Velho de mais pa ser puto, puto de mais pa ser cota
Universitário esperto num curso em que o velho gasta a nota
Longe de casa e dos amigos entre livros e borga
Com a noção de que o futuro ou se perde ou se transforma agora
Mas, decides hoje o que nao vais viver depois
Como essa mulher que amas e com planos de vida a dois
Recém formado, aliviado,primeiro emprego oficial,
Primeira queca em casa nova e gravidez acidental
Mas é bem vinda existe amor de mãe
Bebe fofo com o teu rosto cresce e hoje é um fedelho
Mas o milagre da vida traz tragédias consequentes
Num ciclo que recicla e vês-te a enterrar parentes
Próximos ou mais distantes antes sequer dos 25
Com uma familia nova e uma menina a caminho
Consegues ser e tudo agora, bules mais horas por dia
Garantes que quem tu amas tem tudo o que precisa
E vês os 30 com mais 10 e mais problemas á frente
Um filho quase formado e uma filha adolescente
A meia-idade avança e tu não viste metade dela
Confortável com o que tens só tens de saber lidar com ela
O bule cansa, não tens espaço pras influências
Casamento nao dá mais mas vai matendo as aparências
Um dia, uma semana, um mês, um ano seguido nisto
Passam 5, 7, 9 e foram 10 que tu nao viste
Mas acordas frente ao espelho que não mente quando reflecte
O teu rosto velho que é beijado pelo teu neto
Reforma bate a porta e agora tens tempo pra tudo
Pa zelar pela familia, para passar tempo com o puto
Pa passear, pa respirar a liberdade
De quem vive, de quem é livre, de quem só faz se tem vontade
E amanha mudas de vida porque a vida te cansou
Mas antes de nascer o dia, o teu coraçao parou...

REFRÃO

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir