(1977)

A lua, a lua no banguê é bamborê
A lua, a lua no banguê é canjerê (4 vezes)

Ó estrela navegante, ó pastora de Oxalá
Iemanjá, mãe e amante, és a terra e o mar
És o pão de cada dia e o sonho de Ogá

A lua, a lua no banguê é bambolê
A lua, a lua no banguê é canjerê (2 vezes)

Ó estrela, ó pastora, ó profundo azul do mar
Minha raça é crioula pelas chagas de Oxalá
Minha cruz está no sangue e o meu canto está no ar

A lua, a lua no banguê é bambolê
A lua, a lua no banguê é canjerê (5 vezes)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: José Jorge / Ruy Maurity · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Lauro
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.