Num Faz-de-Conta

Ruy Maurity

exibições 369

(1972)

("Vambora cumpadi! ... Vambora...)

Cumpadre abre o olho pru zóio de Maria
Saudade é uma varanda longe de um lugar
Precino faz de conta, Precino cruza o dedo
Segredo é meu velho medo de comprar

Cumpadre foi menino, moço do lugar
Já 'teve bem de vida e negócio pra cuidar
Agora só descansa numa rede que balança
E mata a velha sede quando vê Maria na beira do rio lá

Cumpadre quéde a roça, cumpadre quéde o filho
Mandioca, pé de milho, cerca no quintal
Maria tem o zóio de roda de moinho
Que leva a água verde pru canavial. (Repete II e III)

(Padá, padá, undê-a, uêra, uêra, uêa, uêra...)

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: José Jorge / Ruy Maurity · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Lauro
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.