Às vezes
É melhor voltar
Reconsiderar
O que foi perdido

E às vezes
Pra recomeçar
É bom retomar
Os versos antigos

Estive
Naquele lugar
Tentando
Encontrar lucidez
Nesta nostalgia

Às vezes
É bom recusar
Porque se aceita
Ela deita, aproveita
E toma seu lugar

Sei
O pior já passou
O que vou dizer
Talvez seja o fim
Fiz de tudo
Mas não tem jeito
Sob os teus pés
O mundo vai girar
Sei é só esperar
Mas

Eu não te espero
Nunca mais
E não quero que jamais
Me procure novamente
Eu não te quero
Nunca mais
E espero que jamais
Me procure novamente
Eu quero paz

Não posso
Deixar me tomar
Pela solidão
Desta tarde vazia

Preciso
Parar de pensar
Esquecer do tempo
Que achei que pra sempre
Eu iria lembrar

Ei, a alvorada raiou
O que vai dizer
Se eu não mais tentar
Eu, exilado pela saudade
Sei que desta vez
O mundo vai girar
E eu não posso parar
Pois

Eu não te espero
Nunca mais
E nem quero que jamais
Me procure novamente
Eu não te quero nunca mais
E espero que jamais
Me procure novamente
Me deixe em paz

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir