Samba Enredo 1984 - Skindô, Skindô

Salgueiro (RJ)

exibições 9.734

O quem vem de mim é pra rolar
Amor, raiou o dia
A noite trouxe o meu cantar
Enfeitado o luar da Bahia
Foi um vento tão menino
Que soprou o meu destino pelo mar
Vim de terra tão distante
Sou o negro mais amante, Skindô ô ô ô ô
Ô ô ô ô ô ô ô, a vida fica mais feliz, meu amor
A folha nasce da raiz, Skindô
O samba é a flor
Ca, ca, cadê
Cadê meu agogô (bis)
Mandei buscar o quê
Pra eu bater pra ioiô

Só por amar, querer sambar
Meu peito é um clarim de poesia
Um arco-íris nos meus olhos
Brilha a noite como o dia
Pandeiro, surdo, cavaco, ganzá
Me pega, me deixa ficar, ô iaiá
Roda, o meu Salgueiro
Roda e vem mostrar
O canto de quem ama, acende a chama
Viajando no meu doce olhar, ô ô ô

Oiá, oiá
Água de cheiro pra ioiô (bis)
Vou mandar buscar
Na fonte do senhor

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir