Organizar, mudar a vida e os hábitos
Molhar as plantas e depois secar os cactos
Deixar o amor sair da palavra pro prático
Deixando o ego que se sente, sentir-se inválido
As vezes me sinto tão perdido, distante, náufrago
Mas como uma pedra no rio me lançou, me lapidou

Me lapida, refina, me quebra me refaz
Eu quero ser um vaso novo, me refaz
Eu quero minha vida, com vida, espírito e verdade
Ser prisioneiro dessa total liberdade.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir