Assim como a abelha e o néctar da flor
Caminhando e o destino quem me leva é o amor,
Vou cantando o passarinho, vou beijando, beija-flor,
Abraçando com carinho o irmão com frio e dor.

Águas claras que me banham
Irradiando o meu ser,
Brisa que me invadi a alma
Alegrando o meu viver,
Os espinhos que hoje piso
Sei que um dia terão fim,
Paciência, tolerância,
Disciplina, disciplina.

Aliança, alvorada, borboletas e jardins,
Primavera em seus encantos desabrocha dentro de mim,
E o sol grande maestro a toar bondade sem fim,
Espalhando vida e cores e os sabores cabe a mim distinguir.
A grandeza de um menino
Que ao sorrir expressa amor,
Vem segura em minha mão
Nas veredas vamos seguir

Nessa vida só se ganha
Quando se aprende a doar,
Quando todos sentem na alma
A beleza de amar
Sal da terra arando o chão
Sou fruto da união,
Sal da terra arando o chão

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir