exibições 14.501
Foto do artista Síntese

Meu Caminho

Síntese


Então eis os da voz rouca
Alma sã pras mente louca
É nós, aham, Síntese
Me evite, mas me escute
Se escute
Causa pura, tô dando a letra
Planeta, então
Som da cura

Centelha
Acesa que guia as ovelha negra
E uns abutre
Desce e nutre solo
Eu deixo pólo e vou pro meio
Vim pra ver
Me encontrei com alguns do ventre
Nem bati, mas ouvi: Entre
Entro, cumprimento, grato desde o início
De fato sacro esse ofício a vocês
E a mim, de mim ouvi
Chegou sua vez!

De são josé
Pra reacender sua fé
Dom da sugestão
Suporte pra sua unção
Libertação e emancipação mental
O culto é racional
Como tem de ser
Te fazer querer crescer
Aprendi ser minha função
Leão da tribo de judá pra te ajudar
Me cabe é saudar e fazer
De cada calçada um altar
Elevo aos céus
Levo aos santos réus
O que vem da alma que sente
Que já foi rasgado o véu
Não é o que, é como cê faz
É o que cê traz pro censo
E ao externar o imensurável
Eu sinto e penso
Numa ação de elevação
Sangue pulsa na artéria
Tinta na folha
E eu transformo um grande sonho
Em matéria
Música, leva uma vida
Custa uma vida
Salva uma vida
O verso, a sinceridade abraça o universo
Em expansão, mais um planeta
Onde a vida é de papel
Dá caneta
Oratória, seguindo escrevendo a história
Com o mic à mão e uma busca
Dar valor pra quem chora da mesma lágrima
E sente do mesmo amor
Pra quem divide da mesma autenticidade de ser
E existir, e chorar, e sorrir, sem fugir
Vê que
Viver é salto e não se fica imparcial
Vida é manancial e não se escolhe não descer pra
Alimentar a chama do sonho amar
Procurar a alma que se perder
Aquecer a esperança que esfriar
E não deixar de zelar por você, irmão
Voar (vive por mim que vivo por você)
Vencer (sonha por mim que eu sonho por você)
Sonhar (sonha por mim que vivo por você)
Lutar (vive por mim que eu sonho pra viver)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir