Pro Que Vier

Síntese

exibições 27.049

Ganho no ar a maldade, no olhar a malícia
Nasci aqui onde quem é o corre, corre da polícia!
Os bico mata quem vacila, pressiona quem oscila
Entre ser ou não ser, querendo ser tem uma fila de neguinho

Iludido por grana, conceito, querendo respeito
E pensando que o único jeito é ser bandido!
Divido entre a fome e a honestidade
Sujeito homem antes do tempo, menor de idade

Põe a bombeta e vai pro corre bater de frente
Não muito diferente, minha gente mata e morre, infelizmente!
Pro sistema, a insônia do boyzinho, cheio de revolta
É só olhar em voltar vai ver que é assim!

No olhar, na cara de mal dos neguinho
Pesadelo do sistema é real, irmãozinho
Lobo mal, canela seca, tudo cortada
De arame, pulando a cerca das marias na quebrada

Madrugada fria. Frio na barriga quando os vermes viam
Fé no instinto e no escapulário da virgem Maria
E o diário dizia, irmão, é sanguinário o olhar do vigia

E essa luz que vos aquecia, se apagou
Seu sonho se distancia
Não devia, mas abandonou!
Junto à esperança morta no olhar da senhora, lágrimas de sangue
Morre um da gangue, minha alma chora

Leva embora essa dor, Senhor, leva embora
Arranca a mancha do pecado, Senhor, revigora!
Pra que o amor renasça como aurora
Pra que descanse em paz aqueles que foram antes da hora

Deixaram nós aqui, sem saber
E agora, hein? Amanhã o que vai ser?
Sem saída, pra essa vida que sem viver, é esquecida
Felicidade escondida, cadê?

A inocência é passado, não tá nem nas crianças mais!
O ar é pesado. Guerra santa, onde, sem paz?
Coração roubado, ser humilhado, nunca mais!
Engraçado pra TV, todas as mortes são iguais

Todos são rivais, diferente ideais.
Cada um na sua é só não aproximar demais
Um vacilo, e jaz. Vários irmãos que nunca mais
E a cada passo, saudade. Muito deixei pra trás

Muito de mim morreu
Não! teve que morrer
E uma parte desse meu eu, não me deixa esquecer
Do que aprendi com o que vivi, onde passei, quem conheci
Das vezes que não me ouvi, agi, e nunca me entendi

E acho que nunca vou entender, o por que, a razão
Só escuto o coração dizer que nada foi em vão
E deixa ele guiar, levar pra onde quiser
Nem tudo que passou foi bom mas tô aqui pro que vier

Leva embora essa dor, Senhor
Leva embora, arranca a mancha do pecado, Senhor
Revigora pra que o amor renasça como aurora
Pra que descanse em paz aqueles que foram antes da hora

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir