Quando encilho pingo nas manhãs serenas
Embusa lo as penas num chucrismo santo
Pilchado a preceito no estilo guapo
orgulho farrapo vou cortando o campo

Saio a despacito no zaino monarca
Batendo na marca do pingo estradeiro
Cruzo a trote largo pelos corredores
Vou campear amores junto ao sarandeio

O pala, a bandeira, esvuassa o vento
numa estampa guapa cruzando o azul
Sou eu de a cavalo buscando horizontes
Cortando caminho nos campo do sul (2x)

Levo nos peçuelos toque de cordeona
E alma gaviona vai num contra-passo
Meu pingo estradeiro cortado de esporas
Num pontal de horas vai batendo casco

O silencio empera na pampa orvalhada
Deixando na estrada requicios de Paz
Meu pingo galeardo vai batendo freio
Repontando anceios a trote no mas.

Refrão 4x

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir